terça-feira, 27 de dezembro de 2016

• capítulo 63 - THE END.

Era nosso último dia aqui na Rússia. Tínhamos passado nossos últimos dias dentro do quarto, fazendo nada. Resolvi postar uma foto e ir apagando algumas, quando Hélio me chamou no whats. Fotos!!

Anne: amor, olha nossas fotos!! -abaixei o celular, já que ele estava deitado no meu colo. Eu fazia cafuné nele com uma mão e com a outra, mexia no celular.-
Junior: que top. Posta
Anne: ai, não. Quero postar uma daqui
Junior: vou postar então
Anne: tava na hora né. Você nunca mais postou foto comigo
Junior: nunca mais? Amor, só tenho foto contigo no meu insta
Anne: mentiroso. Tenho que dividir meu lugar lá com seus amigos de jogo -ele gargalhou e eu sorri-
Junior: fazer o que, né. Cuidado pra eles não te tirarem do primeiro lugar
Anne: não vou deixar. Nem que eu vire a bola de futebol, assim saio junto com eles -rimos- mandei
Junior: agora pega meu celular aí -revirei os olhos e peguei seu celular, que estava na cômoda. Ele começou a mexer e eu voltei pro meu pra postar minha foto-

annesuzzano: Eu amo me queimar, mas se tem uma coisa que eu amo mais do que isso, com certeza é o frio. Amo gelo, amo esse tempo. Apaixonada por esse país !! instagram.com/p/BOiIGc2jA

Atualizei o feed do instagram, sorrindo com a primeira foto que estava.

neymarjr: 15.05.15 

Voltei pro álbum de fotos e fui apagando umas fotos antigas. Resolvi entrar no twitter e fui pra lá. Respondi umas curiosinhas que eu amo e saí logo. 
Anne: nosso voo de amanhã é que horas?
Junior: às cinco
Anne: caramba
Junior: melhor horário pra mim, amor
Anne: ah, é. Esqueci, jogador mundialmente famoso -ele sorriu no meu colo, me dando um beijo na coxa. adivinha?
Junior: o que? -se virou, me olhando-
Anne: te amo
Junior: adivinha -sorri-
Anne: o que?
Junior: te amo -sorrimos- mas isso não é novidade -ri, ainda sorrindo-
Anne: não é mesmo.
Junior: vamo sair, assim a gente dá adeus pra esse lugar
Anne: tudo bem. -ele se levantou e eu também. Nos arrumamos e fomos sair. O tempo estava maravilhoso, um sol que não dava calor, e gelo. Gelo por todo lado.

[...]

Junior: tá tudo aqui? -assenti- não esqueceu nada lá? -neguei- então vamos. -entramos no táxi e o taxista deu partida. Fui em silêncio, com a cabeça apoiada no ombro do Junior. Fiquei com meu olhar cravado nas paisagens. Eu vou ter que voltar aqui. Com certeza vou. Chegamos um tempinho depois. Junior pagou o taxista e me ajudou a tirar as malas do carro. Nós entramos, fizemos o check-out e ficamos esperando. Faltava meia hora. Marido apressadinho. Entrei no insta só pra dar uma olhada e curtir umas fotos, mesmo.
Junior: vou comprar café, quer?
Anne: quero.
Junior: tá. -me selou e se levantou. Voltei minha atenção pro celular-

neymarjr: Tchau, Rússia. Próxima parada... Havaí instagram.com/p/BOhpDAMDf4B

Guardei o celular assim que o Junior chegou. Tomei meu café e o nosso voo foi chamado. Fomos pro avião, né. E assim que o mesmo subiu, ficando entre as nuvens e depois passando por elas, eu dormi. Fui acordada pelo Junior. Chegamos!! Saímos da avião e fomos pegar nossas malas. Saímos do aeroporto e fomos de táxi até o hotel.

Anne: ai, meu Deus. É colado na praia!! -Junior riu da minha empolgação-
Junior: eu sei. Máximo, né? -assenti. Depois que pegamos a chave, entramos no elevador e fomos pro nosso andar. Junior me ajudou a entrar com as malas no nosso quarto e eu já fui abrindo a mala e pegando um biquíni- já quer ir pra praia?
Anne: claro
Junior: Vou ligar pro Medina. O que você acha?
Anne: você que sabe
Junior: ta -entrei no banheiro e me troquei. Voltei pra "sala" e Junior estava no computador-
Anne: ah não, mano -me sentei ao seu lado, fazendo um coque no cabelo-
Junior: que foi? Tenho que ver meu e-mail, rapidinho -fiquei ali, do lado dele, esperando. Até que ele se pronunciou- Anne, você nunca mais se cortou, não né?
Anne: não -saiu quase como um sussurro- por quê?
Junior: nada -me levantei e catei meu celular. Fiz pose e tirei uma foto. Pelo espelho vi que ele me olhava-
Anne: que foi ?
Junior: quando foi a última vez?
Anne: nem lembro
Junior: não mente pra mim, cara
Anne: Tô falando sério. A Luisa super me ajuda
Junior: tá, é que eu estava pensando na gente levantar essa questão. Falar sobre isso, dizer que faz mal e tal. Queria a sua ajuda
Anne: mas onde seria isso? Tipo, uma palestra?
Junior: é, ainda não sei onde, vou pensar. Quero saber se você toparia
Anne: claro que sim -ele sorriu e eu comecei a editar minha foto, postando logo após-


annesuzzano: Hoje é dia!! #Havaí instagram.com/p/BOho462Dd7

Junior: e... Sobre a sua mãe? -o encarei-

Anne: o que tem?
Junior: não pensar em ir atrás dela? Descobrir quem é?!
Anne: eu desisti, Junior -respirei profundo- não era pra ser, entende? -ele ficou quieto, só me olhando- e tudo que eu preciso eu já tenho... Um irmão que me apoia em tudo, um pai maravilhoso e só faz mudanças positivas, e um marido excepcional -ele sorriu- chego até ser invejada por mulheres aí, já que meu maridão é um partido espetacular -ele riu de forma vergonhosa e eu o beijei-
Junior: pronto, já terminei aqui -seu celular apitou- deve ser o Medina, responde ele que eu vou trocar de roupa

Anne: ta -catei seu celular lá e desbloqueei a tela. Fui no whats e era mesmo o Gabriel-

Medina:
Fecho
To indo pra lá agora
Ok

Junior saiu do banheiro e eu coloquei um short jeans. Nós saímos do quarto. Tranquei tudo e descemos pelo elevador. Atravessamos a rua e estávamos na praia. 
Junior: o que o Gabriel disse?
Anne: que ele estava vindo pra cá agora
Junior: então bora
Anne: como ele vai nos achar?
Junior: ele conhece isso aqui melhor que a gente. Ele vai dá o jeito dele -deu de ombros e entrelaçou sua mão na minha. Ficamos caminhando até que encontramos um lugar legal pra ficar. Estiquei a canga e nos sentamos- ali ele ali -sorriu e olhei na direção que seu olhar estava. Gabriel caminhava com sua prancha sozinho. Ele sorriu e deu uma corridinha-
Gabriel: finalmente, né!! Finalmente. Tava cansando de só eu ter que sair da minha casa pra gente se vê -Junior se levantou e fiz o mesmo. Eles se abraçaram e eu sorri- Anne, finalmente também, né. Até se casaram e a gente não se conheceu -ri e nos cumprimentamos com beijos-
Junior: escolhemos aqui pra nossa lua de mel

Gabriel: sobrei legal -rimos-
Anne: nada a ver
Junior: é... Como você tá?
Gabriel: beleza, po. E vocês?
Anne: estamos bem

Gabriel: tava vendo as fotos, né. Arrasaram no casamento e lá na Rússia. Uma pena que não deu pra eu ir
Junior: é. Fiquei chateado, hein -brincou e rimos- vai surfar? -olhou rapidamente pra prancha-
Gabriel: claro. Tenho que treinar quase todos os dias, filho.
Anne: me ensina? -me meti na conversa e eles me olharam-
Gabriel: claro

Junior: ta maluca? Vai se quebrar aí
Anne: não vou -fui pro lado do Gabriel- olha meu professor -Gabriel riu e passou o braço pela minha cintura- tem nem como -ele e eu sorrimos. Junior revirou os olhos-
Junior: vai lá então, porque eu quero rir -dei língua pra ele-
Gabriel: bora então, minha aluna -eu ri e tirei a roupa rapidinho. Fomos pra água. Foi muito engraçado. Só pegava jacaré, não queria subir na prancha de jeito nenhum. Pagar mico no Havaí? Nem pensar. E claro que eu tirei foto. Tirei foto pra quase o ano inteiro. Saía e entrava na água várias vezes. Amei e o Gabriel também, porque só ria da minha cara de desespero. Junior gargalhava lá na areia, até que ele entrou na água e eu resolvi ficar com ele. Afinal, passei o tempo inteirinho "aprendendo" a surfar-
Junior: cansou? -"agarrei" seu pescoço e sorri assentindo. Ele me selou e pôs suas mãos em volta da minha cintura- temos que almoçar -avisou e eu assenti novamente-
Anne: Tô morta

Junior: imagino
Gabriel: aí -veio pro nosso lado, sentado na prancha- vou ter que ir
Junior: po, sério?

Gabriel: aham. Mas vocês vão ficar aqui até quando?
Junior: sábado

Gabriel: ih, vamos marcar alguma coisa po
Anne: vamos sim
Junior: te mando mensagem
Gabriel: beleza -fez um toque com o Junior e nos despedimos com beijos. Claro que ele teve que descer da prancha né- prazer, Anne
Anne: igualmente -ele foi se distanciando até sair da água- tô com fome, vamos almoçar?
Junior: vamos. Minhas coisas estão lá na areia, bora logo -neguei e saímos da água. Junior pegou as coisas dele e fomos pro hotel. Subimos pro nosso quarto pelo elevador e Junior foi o primeiro a ir tomar banho. Mesmo eu dizendo que estava cheia de terra. Aproveitei pra postar uma foto-

annesuzzano: Hoje meu dia foi assim. Obrigada teacher @gabrielmedina pelas aulas ahahahaha instagram.com/p/BOhow8Zj


Junior saiu só de cueca e eu entrei com minha roupa. Tomei banho e lavei meu cabelo. Coitadinho, ele ia sofrer, viu.
Anne: pronto -terminei de pentear o cabelo e Junior se levantou da cama impaciente- já falei pra me deixar tomar banho primeiro -dei um selinho nele-

Junior: claro que não. Aí você vai reclamar que eu demoro -revirei os olhos e peguei meu celular. Saímos do quarto e tranquei a porta. Pegamos o elevador e fomos pro hall. De lá pedimos um táxi e Junior falou um nome de um restaurante que era próximo. Chegamos com facilidade, entrando logo após. Escolhemos a mesa e nos sentamos. Fizemos o pedido e ficamos conversando- minha mãe ligou
Anne: ligou? - ele assentiu - e aí?
Junior: não disse nada. Só ficou enrolando 
Anne: ah
Junior: mas mandou te avisar que está tudo bem com as lojas -eu sorri- vai querer mesmo continuar trabalhando?
Anne: claro que sim
Junior: sabe que vai ter que aprender catalão, né? -assenti fazendo careta-
Anne: só não sei se vou conseguir
Junior: claro que vai
Anne: você ainda não disse como é a nossa casa
Junior: é bonita. Espaçosa...
Anne: grandona? -ele assentiu- pra que? Só tem a gente
Junior: agora, né?! Davi sempre vem e tenho certeza que a Rafa vai querer ficar na nossa casa quando vier pra cá -eu sorri-
Anne: é, também acho
Junior: e vai ter os nossos filhos também
Anne: ai, é. -revirei os olhos e ele sorriuNossos pedidos chegaram e nós almoçamos em meio a conversas. Assim que terminamos eu paguei e fomos andar pela praia. Junior só foi parado uma vez e eu também tirei foto com a menininha. Nós ficamos num local afastado de todos e é claro que eu tirei fotos. Nós tiramos fotos e ficamos conversando durante um bom tempo. Falamos sobre tudo e então, eu resolvi ligar pro Rennan e pro meu pai. Disquei o número e coloquei no viva voz-
Rennan: lembrou que tem irmão? Família? Pensei que estivesse com amnésia
Anne: nossa, você me ama muito mesmo, hein
Rennan: pensei que já soubesse -eu sorri-
Anne: você tá bem? -mexi na grama-

Rennan: tô, e você? Juninho?
Anne: estamos bem
Rennan: po cara, também queria umas aulinhas com o Medina.
Anne: mas você já sabe surfar
Rennan: e daí? Queria era aula com o melhor do mundo, po -ri e Junior também-
Anne: meu pai?
Rennan: estamos bem, Anne. A gente tá conseguindo sobreviver sem você. A Ilda que não, né
Anne: por quê?

Rennan: porque antes eram duas mulheres, agora é só ela. Sabe como a gente é
Anne: a gente não, você. Você que leva esses seus amiguinhos bagunceiros pra dentro de casa -ele riu- Rafaela tá bem? -Junior riu e Rennan também. Eles sabiam que eu estava morrendo que saudades dela.-
Rennan  tá igual a você. Com saudades -sorri- deve te ligar. Ela foi pra Barça mas já já volta.

Anne: acredito, não vive sem você mais
Rennan: eu não vejo a hora de ver você
Anne: vai faltar. Eu vou daqui direto pra casa
Rennan: então... Ah, é. Sua nova casa... -eu sorri fraco-
Anne: meu pai ta aí?

Rennan: tá, vou lá passar pra ele -demorou um pouquinho, os ouvi e logo pude ouvir a respiração do meu coroa na linha-
Ivan: oi, minha filha -eu sorri-
Anne: pai! Como o senhor está?
Ivan: eu que pergunto como você está. Quase não liga, não dá notícias. Se não fosse as fotos que você posta e que seu irmão me mostra, eu nem ia saber onde você está -eu sorri-
Anne: eu estou bem, pai. -Junior fez carinho no meu braço e eu sorri- nós estamos bem. E daqui a pouco estaremos em casa. fica tranquilo, senhor Ivan

Junior: é. Ela tá comigo, sogrão -eu acabei rindo-
Ivan: ah, genrão, como você tá?
Junior: estamos bem. E aí?
Ivan: estamos bem também
Anne: então, tá pai. Vou desligar, qualquer coisa eu ligo. Beijo

Ivan: beijo, fiquem bem. Cuida da minha filha, garoto -eles riram e eu sorri-
Junior: pode deixar
Ivan: tchau
Anne: tchau -desliguei- agora vamos ligar pra sua mãe
Junior: pra que? Já falei com ela hoje -nos olhamos e ele me deu um selinho- chega dessa paranoia.
Anne: A Rafaela!!! -disquei o número dela e ri da cara do Junior. Tocou e no segundo toque, ela atendeu-

Rafa: ANNE!! QUE SAUDADE, CARA -nem estava eufórica-
Anne: Rafaaaaaa, que saudade cara -Junior revirou os olhos-

Rafa: também tô. Com muita, muita, muita -eu ri-
Anne: af, cara. Como você tá?
Rafa: com saudade -gargalhei e ela ria- e você?
Anne: estamos bem
Rafa: vi sua foto. Aulinhas particulares com Medina, né safada? Você é casada, ouviu?
Junior: ela ouviu e eu também -Rafaela gargalhou e eu ri- estava de olho, po. Não sou bobo, né.
Anne: aí, mil vezes um jogador que um surfista, tá? -Junior sorriu me olhando-
Rafa: aaaaaaata
Anne: não troco meu jogador por nada, minha filha
Rafa: eu pensaria bem. É um surfista, né meu amor. Aquela roupinha? A bundinha da criança? Af, para, Anne -Junior pegou o celular da minha mão-
Junior: Rafaela!!! Eu casei, mas continuo seu irmão. Que história é essa? Rennan sabe disso?

Anne: apelando pro meu irmão agora, né? Não queria nem que a menina namorasse -ela e eu rimos-
Junior: vocês duas eu não aguento. Que complô, viu -rimos novamente. Ele me abraçou por trás e me deu um beijo na cabeça, me deixando sentada entre suas pernas-
Anne: agora me fala, o que tem feito?

Rafa: Ah, as meninas estão comigo -revirei os olhos- a gente tá passeando por aqui por Barça, mas logo logo eu volto pro Brasil
Junior: medo de perder o namorado, né -ri-
Anne: Rennan é fogo
Rafa: af, nem fala. Morro de medo. Mas ele nem é maluco de me chifrar
Junior: não é mesmo -rimos-
Anne: Rafinha, vou desligar
Rafa: tudo bem. Tragam presentes pra mim, obrigada -ri-
Junior: ah, vou levar sim, pode deixar
Anne: beijo
Rafa: tchau -desligamos-

[...]

Junior: tá bom? - olhei a foto e assenti. Hoje era nosso último dia. Íamos pro hotel, tomar banho, pegar nossas coisas e ir embora. Mas, ainda estávamos na praia com o Gabriel, que virou um super amigão-

Anne: vamos, amor?
Junior: bora. -se levantou e eu entreguei a prancha pro Medina. Nos despedimos dele e fomos andando pro hotel. Passamos pelo hall e subimos pro nosso andar. Junior abriu a porta e nós entramos. Enquanto ele ia pro banho, postei minha foto.


annesuzzano: Fim de tarde instagram.com/p/BOiuCqPg

Junior saiu depois de um tempo e então eu entrei. Tomei banho e me vesti ali mesmo. Saí de lá e coloquei um óculos escuro, não estava afim de me maquiar.


Junior: não vai tacar aqueles troços na cara não? -eu ri negando- eu até te acho mais bonita assim -revirei os olhos e ele riu da minha cara de taxo- vamos?

Anne: bora -pegamos nossas malas e descemos pro hall. Fiquei grudadinha no Junior enquanto ele fechava a conta no hotel e então nós pegamos um táxi, depois de tudo feito. Chegamos no aeroporto rapidinho. Fizemos o check-out e Junior me avisou que íamos no seu jatinho, já que vamos pra Barcelona. Ele tirou uma foto nossa e catei meu celular pra avisar ao Rennan que estava voltando, mas agora, pra minha casa-

Brother: 
Eii
To voltandoooo
E estou com sdds
Venha me ver logo !!
Bjoo

Junior: fiz uma edição maneira, vê só -eu sorri e fui no insta. Ri alto e ele me olhou. O encarei ainda rindo- que foi?
Anne : também, né. Só tem o nosso pé.

neymarjr: Partiu casa com a patroinha instagram.com/p/BOdcooA


Abaixei, vendo as outras fotos, até cansar. Guardei o celular e me sentei numa cadeira que tinha ali.
XxxX: com licença -levantei meu rosto e Junior sorriu fraco- poderia tirar uma foto comigo, Neymar?
Junior: aham -me levantei-
Anne: quer que eu bata?
XxxX: por favor -sorri e peguei o celular de sua mão. Ela chegou mais perto dele e tirei- obrigada, viu?
Junior: nada
Xxxx: fiquei muito feliz pela união de vocês. Melhor casal -ela disse a última frase, levantando um de seus braços, em forma de vibração. Eu ri e Junior também-
Anne: obrigada pelo carinho -sorrimos e ela se foi- gostei dela -ele abraçou minha cintura e me deu um beijo no queixo-
Junior: eu já concordo com ela -ri abafado e o selei. Ficamos trocando carinhos até o piloto avisar que estava tudo pronto. Nós fomos pro avião e de lá... Pra casa-

[...]

Anne: essa? -ele assentiu e eu sorri- ela é linda, Junior -Junior sorriu e nós saímos do carro-
Neymar: vou deixar o carro na garagem e vou pra casa
Junior: ta bom, pai. Valeu, hein
Anne: ah, é. Obrigada -ele que tinha ido nos pegar no aeroporto-
Neymar: de nada -voltou a entrar no carro e nós fomos pra porta da nossa casa.
Junior: preparada? -me mostrou a chave e assenti. Ele abriu nossa porta e nós entramos. A casa era fantástica. Linda demais e do jeitinho que eu sempre sonhei-
Anne: Junior, vai querer o que? -ele apareceu na cozinha e sorri com ele se debruçando no balcão-
Junior: quero nada
Anne: tem certeza? -ele assentiu e dei de ombros, dando início ao meu sanduíche. Junior ficou me fazendo companhia e eu me sentei pra comer-
Junior: olha essa foto. Hélio acabou de me mandar
Anne: linda
Junior: vou postar -fiquei de olho até ele postar-

neymarjr: Melhor dia instagram.com/p/BOhow8Zj1E


Anne: ela ficou linda -me referi a casa-
Junior: ficou bastante espaçosa -assenti- hoje tem surpresa pra você
Anne: pra mim? -ele assentiu- o que é?
Junior: se é surpresa, né -dei língua e me levantei, levando comigo meu prato sujo. Lavei essa única louça e fiz o Junior subir pro quarto comigo. Liguei a TV e me joguei na cama-
Anne: vou chamar o Rennan no FaceTime
Junior: boa -voltou a mexer no seu celular e eu chamei o Rennan que nem demorou a aceitar-
Rennan: que saudades, irmanzinha -sorri-
Anne: como você tá?
Rennan: bem. Fala aí, cunhadão
Junior: qual foi, cunhadão -ri e eles também- beleza? Sogrão?
Rennan: beleza, beleza. -sorriu e deu um mexida no cabelo- e aí, quando vocês vão vir pra cá? -eu ri-
Anne: acabei de chegar na minha casa
Rennan: não precisa lembrar que você não mora mais comigo -eu sorri meiga e ele riu-
Anne: desculpa, ué -nós ficamos conversando durante um bom tempo. Cansei e logo arrumei um pretexto pra desligar-
Junior: vamo jantar? -assenti e me levantei- vai aonde?

Anne: fazer nossa comida, ué.
Junior: vai tomar banho, se arrumar e aí você desce -franzi o cenho e ele sorriu-
Anne: vamos comer fora? -ele sorriu e eu revirei os olhos. Entrei no banheiro e tomei meu banho calmamente. Depois, me enrolei na toalha e fui pro closet. Coloquei uma roupa básica, afinal, eu não sabia para onde iria. Desci e não achei o Junior na sala. Fui pra cozinha e arregalei os olhos.
Junior: e aí? -ele sorriu e eu ri, ainda não acreditando-
Anne: quem fez isso?
Junior: ah -ele veio até mim e colocou suas mãos em volta da minha cintura- gostou? -assenti. Ele ia falar alguma coisa, mas o calei com um beijo. Junior tinha enfeitado toda a cozinha. Tinha velas vermelhas e pétalas em cima da mesa. Nosso jantar era sushi. Nem amo-
Anne: cadê as bolas? -nos sentamos na mesa e ele me olhou. Sorri-

Junior: queria bola também? -assenti rindo e ele sorriu- deixa pra próxima, então
Anne: ta -olhei pra mesa e aquilo tudo me enjoou-
Junior: que foi? - neguei
Anne: nada. -quando eu ia colocar a primeira colher na boca, me levantei com tudo e corri pro banheiro-
Junior: Anne!! -vomitei. Nem tinha nada direito no estômago. Só tinha comido bem mais cedo, mas foi tudo embora- que isso? Que foi?
Anne: não sei -peguei uma escova de dente e já fui escovando a boca. Lavei a cara e saímos do banheiro. Assim que pisei na cozinha, aquele enjoo veio de novo e corri pro banheiro-
Junior: levanta aí, vamos pro hospital

Anne: que? Mas e a comida?
Junior: fala sério, amor -lavei a boca de novo e saí do banheiro. Junior me esperava na porta de casa. Fechei tudo lá e ele tirou o carro da garagem. Entrei no mesmo e ele deu partida. Fomos em silêncio até o hospital. Junior resolveu tudo na recepção e eu fui atendida na hora. Porém, ele não quis entrar comigo. Assim que entrei na sala, me deparei com uma mulher. Sorrimos e expliquei a situação pra ela. Acho que ela já tinha ideia do que era, mas pediu que eu fizesse uns exames e que se eu quisesse esperar não teria problema, porque sairia na hora. Fiz tudo e voltei pra sala de espera-
Junior: e aí?
Anne: tem que esperar
Junior: tá melhor? -nos olhamos e assenti- você me deu um susto -sorri-
Anne: pega água pra mim? -ele assentiu e se levantou. Fui chamada e nem deu pra beber a água. Entrei  a doutora me olhou-
XxxX: seu marido está? -assenti- não quer chamá-lo? -franzi o cenho e dei de ombros, me levantando novamente. Saí da sua sala e Junior estava sentado com uma garrafinha de água-
Anne: ei -o chamei e ele sorriu fraco- vem -fiz sinal com a mão e ele se levantou, vindo até mim. Entramos na sala e nos sentamos-
XxxX: De acordo com seus exames, tudo normal. Você está gravida, Anne -Junior me encarou sorrindo e eu paralisei. De novo, não!!!-
Anne: quantos meses? -nem eu acreditava-
XxxX: você está de quatro semanas -assenti- é importante fazer o pré-natal, Anne
Anne: ta
XxxX: um acompanhamento é sempre bom, tira suas dúvidas e te ajuda -assenti em concordância- bom, é só isso
Anne: ta -me levantei e Junior fez o mesmo-
Junior: obrigado
XxxX: de nada -saímos da sua sala e ele me abraçou de lado. Fomos pro estacionamento e ele deu partida. Minha barriga roncou e Junior me olhou sorrindo-
Junior: com fome, gordinha? -fiz careta-

Anne: tô
Junior: quer comer o que?
Anne: comida brasileira. Aquele feijão, com um arroz fresquinho -ele riu-
Junior: sua sorte é que ainda está cedo. Só vamos passar em casa primeiro
Anne: eu ainda não tô acreditando... -sorri e o encarei. Ele sorria de volta. Nós paramos em casa e descemos do carro. Ele foi pro quarto e eu pra sala. Pensei e decidi ligar pra tia. Ela com certeza vai ficar feliz-
Nadine: Oi, Anne.
Anne: tia!! Como estão todos?
Nadine: bem, meu amor. E aí? Chegaram  bem? Gostou da casa?
Anne: ah, sim. Eu adorei. Mas tem uma coisa que vamos ter que melhorar
Nadine: o que houve? O que tem de errado?
Anne: o quarto do neném -a ligação ficou muda- tia?
Nadine: não brinca com uma coisa dessas  -eu sorria imaginando sua cara de espanto-
Anne: não tô brincando. Acabei de descobrir isso. Tô tão espantada quanto você. Minha ficha ainda não caiu tia
Nadine: eu imagino. E o Junior?
Anne: tá todo bobo. Rafaela tá aí?
Nadine: ela e o Rennan. 
Anne: vou desligar, pede pra ela me atender no facetime, quero te ver também
Nadine: ta bom. Beijo
Anne: beijinho tia -desligamos. Chamei a Rafa no FaceTime na mesma hora. Junior tá demorando-
Rafa: oi, meu amor
Rennan: saudades, cara -eu sorri-
Anne: logo logo eu tô de volta -sorrimos- Rafaela, você vai ter que me ajudar numa coisinha aqui em casa
Rafa: o que?
Anne: decoração -tia Nadine apareceu acenando e eu mandei beijo-
Rafa: por quê? Tá feia?
Anne: não... É que o quarto do meu filho não tá pronto -dei de ombros e Rennan paralisou-
Rennan: Ah, porra. Você tá grávida??? -assenti sorrindo, cheia de felicidade e Rafaela abriu um sorrisão-
Junior: vamo? -desceu as escadas e o olhei rapidamente-
Anne: Tô contando pra eles
Junior: e aí, e aí
Rafa: papai do anooooooo -só faltou gritar e Junior riu abafado-
Nadine: não se esqueçam das responsabilidades, hein
Rennan: quando você voltam?
Anne: é mais fácil vocês virem pra cá -sorri de lado-
Junior: isso. Movimentar essa casa. Inaugurar de verdade
Nadine: vou ver
Rafa: eu vou. Vou ver as passagens e vou. Vamo, amor? -eu sorri-
Rennan: tenho que ver porque tenho treino
Rafa: depois a gente vê, mas eu vou com certeza
Junior: vou falar pros mlk vir também
Rafa: ta
Anne: agora eu vou desligar porque tenho que dar comida pro meu filho -tia Ná sorriu-
Rafa: ai, já vi tudo. Vai ser uma draga e vai colocar a culpa no meu sobrinho
Anne: sobrinha, tá? Nada a ver
Rennan : já sabem o sexo ?
Anne: não -neguei com a cabeça- beijos
Nadine: beijo -Rafaela jogou beijo e Rennan fez um joinha. Desligamos. Junior me levou a um restaurante brasileiro e fomos super bem recepcionados. Fizemos nossos pedidos e ficamos esperando. Junior fez questão de ligar pros meus avós e contar a novidade. Eles enlouqueceram, o que foi uma graça. Recebi uma notificação e sorri-

neymarjr: A mulher grávida mais linda do mundo instagram.com/p/BOiiiueAGm7

Anne: você já tá contando pra todo mundo?

Junior: é porque agora vai dar certo
Anne: como sabe?
Junior: coisa de pai -deu de ombros sorrindo e eu ri-
Anne: só você
Junior: só eu mesmo
Anne: adivinha?
Junior: me ama? -assenti sorrindo- eu também amo você. E esse grão de feijão também -dei língua sorrindo e ele riu-
Anne: não fala assim do seu filho. Não dá bola pra ele, viu feijão? -Junior riu comigo falando com nosso "filho"-
Junior: será que ele ouve?

Anne: claro que não. Ainda está se formando
Junior: ah, sei lá, né.
Anne: pelos comentários que eu vi, muita gente ficou feliz.
Junior: é
Anne: e muitos acham que nos casamos pra esconder a barriga
Junior: coitados. Se eles soubessem o perrengue que passamos hoje pra descobrir da existência do feijão
Anne: não chama meu filho de feijão -ele riu-
Junior: é meu. Chamo até de Civirino -arregalei os olhos e ele gargalhou- sua cara. Eu tinha que ter gravado sua cara -ri. Voltei minha atenção pro celular e postei uma foto que tinha tirado no Havaí-


annesuzzano: Já sinto saudades instagram.com/p/BOiIGc2jA


Junior: e os nomes?
Anne: eu já disse quais eu gosto
Junior: ah, é
Anne: será que o Davi vai gostar? -guardei minha bolsa e o encarei-
Junior: ele vai adorar
Anne: meu pai também vai amar
Junior: sua tia Gláucia também 
Anne: é -sorri-
Junior: Rennan vai ser o tio mais louco
Anne: se for menina, nossa filha vai ser boneca da Rafaela -ele riu e eu sorri-
Junior: não deixo. Tem que ser menino, não quero dor de cabeça mais tarde -eu ri-
Anne: mas já tem o Davi
Junior: eu sei... Eu quero uma menina, o negócio vai ser quando crescer
Anne: ela vai ser linda e vai te dar o maior trabalho do mundo
Junior: tem que ser igual a você
Anne: ter os seus olhos
Junior: a sua boca -sorri e ele também- e o seu jeito
Anne: ela tem que ser persistente que nem você
Junior: a gente ensina
Anne: e se ela não acreditar, a gente mostra
Junior: vou dar o melhor que eu puder pra ela
Anne: mas ela não vai ser mimada
Junior: você que decide, patroa. Mas eu acho que ela vai ficar muito sozinha -revirei os olhos e ele sorriu- podemos pensar aqui em mais um, quem sabe
Anne: quem sabe nunca -ele riu- eu ainda nem tive e você já pensa em outro. Não tenho nem barriga -ele riu- Sabe... -ri- eu nunca ia me imaginar casada com você -ele sorriu-
Junior: nem eu. Achei que só ia ser mais uma -se fez e dei língua. Ele riu- brincadeira. Mas não pensei que íamos tão longe. Eu sabia que era você, mas sei lá. A vida é meia louca
Anne: você furtou meu coração -ele sorriu-
Junior: eu só furto aquilo que me traz alguma coisa. Furtei seu coração porque ele me dá amor, felicidade e carinho -eu sorri-
Anne: eu amo você, ladrãozinho -ele riu-
Junior: eu também. Eu também amo você. Muito
Anne: pra sempre -nossa comida chegou e nós jantamos de um jeito que nunca tínhamos jantado. Falávamos mais do que outra coisa. Percebi o motivo. Agora, éramos uma família. Com problemas e ainda aprendendo. Mas uma família-

Junior Narrando
14.07.2016 - Barcelona

Acordei ouvindo uma música, a melodia se infiltrando levemente em meio ao meu sono. A música com tom alegre fazendo com que eu abrisse meus olhos e de imediato procurasse ao meu lado pela minha mulher, meu braço se estendeu no ato. Ela deveria está na cama.
Chutei as cobertas e me apressei para a cozinha. Eu não vestia nada mais do que um samba-canção, quando parei no meio da porta senti meu coração falhar em uma batida. Não de uma forma ruim, na verdade não poderia ser melhor. A beleza da cena em minha frente deixava-me sem fôlego.
Encostei meu ombro contra o batente e cruzei os braços. Deixei um sorriso bobo cobrir meu rosto e fiquei observando Anne dançar com os nossos filhos, a Valentina e o Danilo de nove meses, e o Davi.  
A Anne é boa. A pessoa mais incrível que eu já conheci. E de alguma forma eu havia conseguido fazer ela se tornar minha esposa. Antes dela eu não me imaginaria sendo feliz, eu não achava que um dia essa cena diante mim seria possível.

Sendo pai do Davi e de mais duas crianças, os gêmeos.
Mas aí, a Anne chegou. Ela quebrou minhas barreiras, demoliu minhas defesas, eles (meus filhos e ela), se tornaram minha felicidade. Eu tinha minha família agora, não era apenas meus pais e a Rafaella. Eu tinha a Anne, a Valentina, o Danilo, o Davi, meus amigos, meus pais, a Rafa, o Rennan e o pai da Anne. Eu tinha uma família enorme e cheia de amor, cumplicidade e respeito. Eu estava feliz.

Ainda segunda o pensamento em minha mente, me dei conta que a Anne havia parado de dançar. Que quatro par de olhos estavam olhando para mim e me encaravam com expectativa. Minha esposa sorriu pra mim juntos com meus filhos.
Davi: papai, você não pode ficar ai parado nos olhando 
Junior: ah, é? E porque não? -perguntei a ele segura
ndo meu sorriso-
Davi: Você tem que vir pra cá, pra dançar comigo, a Tia Anne e os gêmeos -disse ele como se fosse a coisa mais obvia do mundo, levando a todos na cozinha rir. Até a Valentina e o Danilo-
Anne: isso mesmo, amor -disse ela, com um sorriso maravilhoso nos lábios. Me aproximei, dei um beijo no Davi, peguei os gêmeos no braço, dei um beijo em cada um e depois beijei a minha mulher-
Júnior: eu não posso apenas ficar olhando os amores da minha vida dançar? -ela riu, pegou o Davi no braço também e me abraçou. Sabe aquela sensação de ter seu mundo todo em suas mãos? Era assim que eu estava me sentindo abraçado com minha esposa e meus filhos.-
xxxx: ai, vocês são tão fofos! -exalei um suspiro chateado enquanto me virava para encarar todos ali. Isso mesmo. Todos! Meus pais, a Rafa junto com o Rennan e todo o bonde.-
Nadine: Junior meu filho, vá se trocar 
Junior: por que vocês não avisaram que viriam? -perguntei, não sabia que todos iriam está aqui-
Rafa: a gente veio fazer uma surpresa -disse se aproximando de mim- agora me dá aqui os amores da titia e vá se trocar -disse ela, ao tirar a Valentina e o Davi dos meus braços-
Junior: cuidado Rafaella
Jota: ihh, que pai babão -rimos- vem cá Davi, vamos dar um descanso pra tia Anne -disse indo até a Anne e pegando o Davi dos braços dela-
Gui: a tia Nah tem razão Juninho, já já teu sogrão tá entrando ai e você só de samba canção pra receber ele -eles riram e eu revirei os olhos-
Anne: vamos indo lá pra fora preparar o churrasco enquanto o Júnior vai tomar seu banho e trocar de roupa -disse ela vindo até mim, me dando um selinho e me empurrando pra subir as escada-
Junior: eu vou subir, mas antes, me dê um beijo descente -me virei e agarrei sua cintura lhe dando um beijo. Depois de tanto tempo, beijar ela nunca se tornaria algo enjoativo, sempre era maravilhoso. Encerei o beijo com um selinho e subi. Fiz minhas higienes matinais e depois fui tomar meu banho. Saí, me enrolei na toalha, fui pro closet, troquei de roupa lá mesmo e desci. Passei direto e fui para o lado de fora onde ficava a piscina. Lá os meninos lá estavam pulando na piscina, meu pai e o pai da Anne estavam na churrasqueira, minha mãe, a Rafa e a Anne sentadas em um cantinho onde tinha sombra com os gêmeos.
Encarei a Anne e ela me encarava, ela sorria pra mim.
Ela veio caminhando até mim e me abraçou. 
Junior: eu te amo, obrigado por essa família maravilhosa -dei um beijo no pescoço dela e ela me encarou-
Anne: eu amo você, obrigado por me fazer acreditar que eu seria feliz mais uma vez.
Gil: ÊH CASAL, NÃO PARA UM MINUTO NÉ
Gustavo: deixa o cara mano, não tem mulher por isso fica assim -rimos. A Anne escondeu seu rosto no meu pescoço e deixo um beijo ali-
Anne: obrigado por furtar meu coração -gargalhei alto, parei assim que senti uma coisa puxando meu calção. Olhei pra baixo e vi o Danilo e a Valentina de mãos dadas ao lado do Davi e sorri- oi, amores da mamãe -ela pegou os dois no braço e encheu eles de beijos que corresponderam com uma gargalhadas gostosas. Peguei o Davi no braço e repeti o gesto que fiz na cozinha, abracei eles como se minha vida dependesse daquilo. E dependia.-
Junior: eu que tenho que te agradecer por tudo e obrigado por me deixar furtar seu coração.

Ela era tudo o que eu mais queria, o que eu quero e que sempre vou querer. Ela foi o meu vicio.

The end.

Não sei se a vida é curta ou longa demais para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira e pura. Enquanto durar.
— Cora Coralina. 






Eu não sou muito boa com despedidas, já escrevi e apaguei umas três vezes. Mas, vamos lá.
Então meus amores, quem é esse sujeito que furta meu coração chegou ao fim. 
Primeiro, eu e a Karine queremos agradecer a vocês por tudo. Pela paciência que tiveram esperando eu postar, pelos 1950 comentários (ao todo) e por 427.730 total de visualizações no blog.
Ajudar a Karine a escrever essa história foi uma experiencia maravilhosa. Experimentamos formas novas de trazer algo diferente para vocês, e receber comentários no fim só fez tudo valer a pena.
Fica aqui o nosso muito obrigada a cada um de vocês que trouxeram idéias, reclamações, sugestões, cobranças, elogios e criticas. Obrigava a você que foi fantasminha e a você que compareceu fielmente em cada capítulo. 
Enfim, desculpem o texto, é a ultima vez que falarei aqui.
Pra concluir; aqui fica o nosso enorme beijo e mais uma vez muito obrigada.


Feliz Natal (atrasado) e um Feliz Ano Novo pra vocês.
Sintam-se abraçadas!
whats: 081 988538511 (Isabel)
021 967418951 (Karine)

twitter: staynjr

14 comentários:

  1. Meu Deus ...
    Maravilhoso ♡♡♡♥♥♥
    Pena que é o último capítulo
    Apaixonei nessa história ♥♡♥
    Beijos Tati ♥♥♡♡

    ResponderExcluir
  2. Mano, o que eu faço, eu rio ou eu choro? Prefiro chorar de tristeza que esse conto acabou, não quero acreditar que você acabou com um conto tão real, a coisa mais incrível que eu li, leio, li tantos contos lindos, e o seu se encaixa perfeitamente no melhor, Bell tu trouxe do conto o sonho, quem ler teu Blogger imagina uma história real. Fico feliz por ter alcançado essa meta, esse objetivo de terminar um Blogger perfeito, com sonhos, realizações, casamento, filhos, brigas e reconciliação. Parabéns!
    Mais fico triste por não ter mais que te cobrar "e o próximo capítulo Bell?"
    Vou sentir saudades. #NeyEu #NeyAnne

    ResponderExcluir
  3. Eu não acredito, sério mesmo, não acredito... Vou sentir muita sdd de vcs, de um capítulo novo, de toda hr te encher o saco perguntando " quando vc vai postar?" Kkkkkkkkkkkkk
    Muito obg por terem feito essa fic, foi uma das melhores, irei sentir sdds de NeyAnne.... Se no caso vcs fizerem outra, me avisem kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Aaaaaaaaaaaai que liiindooooooo!!! Ameeei o capítulo!!!!! Pena que é o último!!!! To tristee!!!! Eu vivo NeyAnne!! Não vou saber viver sem!!! Faz outra fic!!!!! Por favooooooooor!!! Nunca te pedi nada!!!!! Please!!!!! Aeei o capítulo e o final ta lindo!! ♡ Obrigada por ser escritora!!!!

    ResponderExcluir
  5. Ok, é meio difícil acreditar que chegou ao fim, mas...valeu a pena! Ter acompanhado a história esse tempo todo foi maravilhoso e não tinha como não gostar <3 o final foi lindo e os dois papais de gêmeos não poderia ser melhor <3 #Neyanneforever

    ResponderExcluir
  6. beeel sempre arrasando conte comigo pra sempre e posso te conta Neyanne eternamente ... Feliz ano novo e feliz natal melhor Fic do seculo //" Lidi / @neymareterno "

    ResponderExcluir
  7. Arraso com esse final minina sou eterna neyanne mais e ai vai ter outra fic?
    vc podia fazer com outro jogador

    ResponderExcluir
  8. Arraso com esse final minina sou eterna neyanne mais e ai vai ter outra fic?
    vc podia fazer com outro jogador

    ResponderExcluir
  9. ficou meio bosta o final, mas ok! Torço para que essa não seja a sua última fanfic.

    ResponderExcluir
  10. ajuda ela a divulgar http://onossoamor-fanficneymarjr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. nolimitsforlove-fanficneymarjr.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Continua logo se você ficar demorando tanto assim pra posta os capítulos , Deixa agente mais anciosa ainda , E você vai acaba perdendo os seus leitores do blog , Desculpa tá falando isso mais é verdade !!!

    Continua logo
    Continua logo
    Continua logo
    Continua logo
    Continua logo

    ResponderExcluir
  13. https://fanficdestinostracadosneymar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

não custa nada comentar!